14 janeiro, 2017

Andar de mãos dadas





















 Amar é andar de mãos dadas por esse labirintoestranho e mágico que é a vida.
 É não perder o outro de vista, mas deixá-lo respirar quando preciso for.
 É enfrentar o medo do abismo, da verdade, da dúvida, da certeza.
 É abraçar apertado para curar as dores, tristezas, insucessos.
 É dar um sorriso bobo e inocente no meio do dia,
 simplesmente por saber que o outro existe.
 Sem medo de ser feliz!

Cris.


2 comentários:

Iván disse...

Me gusta.

Es un poema bello.


Buen día, Cris.

Iván disse...

Es un bello escrito.

El amor es el poema más lindo del mundo.

Un gusto estar en tus letras, Cristina.

Que tengas un día grandioso.

Un abrazo.

***